quarta-feira, 2 de outubro de 2019

GRUPO LEBLON PARTICIPA DO "OUTUBRO ROSA", PARA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

Grupo Leblon participa do “Outubro Rosa”, para prevenção do câncer de mama

Adesivos nos ônibus com o símbolo da campanha mundial lembram sobre a necessidade do autoexame e das consultas periódicas.



O Grupo Leblon Transporte de Passageiros, que atua na Região Metropolitana de Curitiba, participa de mais uma edição do “Outubro Rosa”, uma campanha mundial que dedica este mês ao debate e às ações de conscientização sobre o câncer de mama.
Para lembrar toda a comunidade sobre a necessidade da prevenção, com o autoexame e visitas regulares ao médico, a Leblon e a Viação Nobel colocaram nos para-brisas de seus ônibus um adesivo com o laço rosa, símbolo da campanha. Nos acessos dos funcionários à empresa também haverá o símbolo e eles serão estimulados a tirar selfies ao lado do laço e postarem em suas redes sociais. O objetivo é engajar os colaboradores numa causa tão importante com a linguagem atual das novas mídias.
O Instituto Neo Mama de Prevenção e Combate ao Câncer de Mama lembra como foi criada a campanha.
A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade
Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas ações eram e são até hoje direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce.
A A FEMAMA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, que reúne a principais ONGs – Organizações Não Governamentais que atuam nesta causa, mostra com números oficiais que o câncer de mama é uma das maiores causas de mortalidade em todo o mundo.
Segundo a última pesquisa realizada pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC) em 2018 sobre a incidência do câncer no mundo, o câncer de mama é um dos três tipos de maior incidência, junto com o de pulmão e o colorretal, e é o que mais acomete as mulheres em 154 países dos 185 analisados.
No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama também é o tipo que mais acomete as mulheres no país (excluídos os tumores de pele não melanoma). Para 2019, foram estimados 59.700 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil mulheres. A única região do país em que o câncer de mama não é o mais comum entre as mulheres é a Norte, onde o de colo de útero ocupa a primeira posição.
Apesar de a maior parte das vítimas ser mulheres, o câncer de mama também pode afetar homens.
Quanto mais cedo for o diagnóstico, maiores são as chances de cura.
Veja algumas dicas de prevenção:
- Praticar atividade física regularmente;
- Alimentar-se de forma saudável;
- Não fumar;
- Ter o peso corporal adequado;
- Não ingerir bebidas alcoólicas;
- Evitar uso de hormônios sintéticos em altas doses
- Após os 18 anos, ir ao médico uma vez por ano.
Grupo Leblon


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fotos

Receber Newsletter