sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Leblon e Nobel conseguem no Paraná recertificações de qualidade e meio ambiente com base em novas normas

Regras estão mais exigentes e focam cada vez mais os interesses dos passageiros


A Leblon Transporte de Passageiros e a Viação Nobel, que atuam na região metropolitana de Curitiba, receberam nesta sexta-feira, 24 de novembro de 2017, as recertificações de qualidade na prestação de serviços (ISO 9001) e de respeito ao meio ambiente (ISO 14001).

No caso da ISO 9001, o certificado conquistado nesta sexta tem como base as normas atualizadas de 2015, que, segundo o diretor do Grupo Leblon, Haroldo Isaak, estão mais exigentes.

“A nova ISO 9001:2015 exige mais liderança e organização da empresa. Acima de tudo, esta recertificação mostra a contínua preocupação da Leblon e Nobel em continuarem melhorando e prestando o melhor serviço à população. Nosso lema, servir com excelência â Excelência não é só um slogan. Acreditamos que os transportes de vidas, de pessoas, é uma missão que Deus nos deu. Ao atendemos com qualidade à população, servimos ao nosso Deus” – relatou.

Além de seguir uma série de recomendações sob supervisão dos líderes e gestores, uma empresa para conseguir a ISO ou sua recertificação é submetida a uma auditoria externa.

Um auditor independente passou cinco dias na Leblon e na Nobel observando como é a organização das empresas, formas de prestação de serviços, relacionamento com a comunidade e dos líderes com os trabalhadores.

A Leblon foi a primeira empresa de transportes urbanos/metropolitanos de passageiros a conquistar a ISO 9001 no Estado do Paraná, em 1997. A certificação ISO 14001 foi conquistada em 2008

Para continuar com as ISOs, uma empresa é submetida a auditorias a cada três anos para recertificações e anuais para manutenções.

“Já passamos por cerca de 40 auditorias desde a primeira data de recertificação e com certeza, a auditoria deste ano foi a mais rigorosa. O auditor conversou com os motoristas,  com os cobradores, verificou o nosso sistema de controle de operação dos ônibus, foi até o Terminal e viu tudo de perto. Nem a documentação dos veículos escapou da avaliação. Só no setor de operação, o auditor ficou dois dias” – conta o coordenador de tráfego, Nabor de Anunciação.

“Esta nova versão da ISO 9001 é mais abrangente e rigorosa. Um dos grandes diferenciais é que foca as estratégias da empresa considerando também interesses dos clientes, no caso os passageiros e a Comec – Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba, que é o poder concedente das linhas. Estes interesses é que vão ditar as regras de atuação e as estratégias da empresa. Então, precisamos entender as prioridades entre os interesses de nossos clientes, como pontualidade, por exemplo. Para isso, usamos pesquisas independentes, uma no nível nacional e outra que é realizada todos os anos com os passageiros da Leblon e da Nobel.” – explicou o coordenador de recursos humanos do Grupo Leblon, Celso Adolfato.

Muito mais que um certificado, este novo modelo de ISO, segundo os gestores do Grupo Leblon, é um atestado de qualidade e melhoria contínua.

O relacionamento da empresa com o público interno é outro ponto avaliado, evidenciando, ainda de acordo com a Leblon, o interesse pelo bem estar dos trabalhadores.

“Agradecemos sobretudo a Deus e à família Leblon, com todos os seus colaboradores e gestores, por mais esta conquista que acima de tudo é fruto de união, trabalho sério e dedicação diária para atender da melhor maneira a população e qualificar a mobilidade urbana em Curitiba, Fazenda Rio Grande, Mandirituba e região” – concluiu Haroldo Isaak.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

FOTO: Líderes do Grupo Leblon comemoram recertificação. Auditoria foi mais rigorosa e normas levam em consideração ainda mais os anseios dos passageiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fotos

Receber Newsletter